Ring ring
Tags: vinho

Ingerir Vinho Transcendeu A Tradição E Virou Um Modismo


http://de.bab.la/woerterbuch/englisch-deutsch/beleza


No período da Páscoa, o vinho é um dos produtos mais consumidos. Em visita a Fortaleza, a enóloga Susana Balbo, proprietária da vinícola Domínio del Plata e presidente da Wines of Argentina, apresentou vinhos produzidos por ela e deu dicas como consumir e cuidar a bebida no clima cearense.


Pra primeira enóloga da Argentina e com mais de 30 anos de carreira, a harmonização entre o vinho e a comida necessita ser uma experiência pessoal. https://www.vemdauva.com.br o Ceará não tem boas condições de produzir uvas por conta da pouca amplitude térmica.



  • Ícone Facebook Facebook

  • três Culinária estrangeira

  • Princípios editoriais

  • Expresso martini

  • 1/11 (Wikimedia Commons)

  • Concursos e Emprego



A vinícola de Susana fica aos pés da Cordilheira dos Andes, na localidade de Agrelo, Lujan de Cuyo, Mendoza. referência na altitude em conexão ao grau do mar, na água pura que vem do degelo dos andes e por fornecer uvas maduras. A respeito do consumo de vinhos no Ceará, a enóloga argentina aponta os vinhos torrontés, pinot noir e rosé. Susana diz que o bacalhau, o peixe habitual da Páscoa, faz quota das suas exceções.


Pra Susana, não há dificuldade em consumir o vinho mais resfriado. Para os apreciadores de vinho no Ceará, a enóloga sugere que os tintos sejam servidos a treze graus para ser tomados entre 14 e 15 graus. Neste instante os vinhos brancos, necessitam surgir à mesa com dez graus pra serem bebidos a 12 graus.


A enóloga alega que a tendência dos vinhos tem favorecido a desconstrução das regras clássicas e permitem uma harmonização mais ampla. Os vinhos modernos são menos amadeirados, mais frutados e mais ácidos. Responsável pelo 90% das cartas de vinho dos restaurantes de Fortaleza, o cearense André Linheiro considera que o consumo da bebida na capital cearense tem crescido nos últimos anos, apesar de ser ainda bem retirado do consumo em outros países. Quinze anos com distribuição de bebidas.


Acesse mais conteúdos sobre esse tema falado No Novo Tradicional, Todo Dia é Dia De Brunch .

Vinhos de sobremesa são aqueles vinhos servidos tipicamente com sobremesas, apesar de que possam ser saboreados sozinhos, ou seja sem o acompanhamento de comida. São freqüentemente vinhos doces por exemplo os Muscat e No Novo Tradicional, Todo Dia é Dia De Brunch , Tokaji Aszú, Eiswein, Gewürztraminer, Spätlese, Auslese, Beerenauslese, Bermet, Trockenbeerenauslese e Commandaria ou vinhos fortificados tais como o xerez, Porto e o vin doux naturel.


Com frequência, tais vinhos são muito doces e as pessoas não costumam consumi-los em grandes quantidades. Por esta justificativa, vinhos de sobremesa são populares em garrafas pequenas, de 375 ml. Del Vino Cursos De Vinho , nos EUA, vinho de sobremesa é um vinho com teor alcoólico de 14º ou maior. Explicação De Experctativas despeito do seu nome, vários destes vinhos não são particularmente apropriados para consumo com sobremesas, todavia sozinhos ou com alimentos picantes, tais como foie gras. Adicionalmente, vinhos de sobremesa são capazes de ser consumidos com pudim, posto que se imagina que eles acentuem o sabor. https://www.vemdauva.com.br desse tipo são freqüentemente servidos como sobremesa. Como os vinhos brancos, vinhos de sobremesa brancos são normalmente servidos resfriados.


Vinhos de sobremesa tintos são servidos a temperatura recinto ou levemente resfriados. Vinhos de sobremesa são bons principlamente com doces e frutas frescas. A Wikipédia detém o: Projeto Vinhos. Este artigo a respeito de Vinhos é um esboço relacionado ao Projeto Vinhos. Você poderá amparar a Wikipédia expandindo-o. Esse texto é disponibilizado nos termos da licença Atribuição-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0) da Creative Commons; poderá estar sujeito a condições adicionais. Para mais fatos, consulte as condições de utilização.


Back to posts
This post has no comments - be the first one!

UNDER MAINTENANCE